Compliance

Compliance

compliance se baseia em um conjunto de ações que tem como objetivo garantir a lisura e regularidade de todos os processos de uma instituição/empresa. O risk se refere a essa rotina diária de lidar com os riscos e as formas possíveis de amenizá-los ou evitá-los. Ou seja, o risk and compliance são cruciais para garantir a boa governança dos negócios.

Além disso, é indispensável para a imagem e reputação do negócio. Afinal, são as atividades cotidianas do risk and compliance que garantem que a empresa é íntegra e não está envolvida em nenhum esquema fraudulento ou ilegal.

Atuar conforme as leis, as normas, os regulamentos ou qualquer outro dispositivo legal se tornou, essencial para as organizações que desejam crescer de forma segura e efetiva.

O que é compliance?

A primeira coisa a dizer é que compliance é uma palavra de origem inglesa (comply). Que possui uma relação de identificação, em português, com estar em conformidade com a lei, com os padrões éticos, bem como as normas internas e externas, a exemplo dos regulamentos.

Assim, podemos afirmar que compliance é a linha mestra que orienta o comportamento da empresa perante o mercado e à sociedade, em geral.

Portanto entre fazer o certo e o errado, do ponto de vista ético, legal e moral, o compliance orienta a empresa a seguir pelo caminho que oferece menos risco. Pois isto pode fazer com que ela não só seja vista de forma negativa pelo mercado e sociedade, mas também pelos seus colaboradores.

O Compliance pode ser aplicado nas mais diversas áreas da empresa, como: fiscal, financeira, trabalhista etc.

O Compliance não se aplica apenas as regras internas do negócio, mas também está relacionado as externas a ele. Aquelas que envolvem o estado e todas as leis que as empresas devem seguir.

Por isso, o time responsável por essa área deve estar sempre atento para detectar possíveis fraudes e traçar planos de ação para solucioná-las. O termo está muito relacionado a necessidade de pôr fim a corrupção e é comum que ele seja utilizado fora do mundo corporativo.

Apesar disso, o termo já faz parte do cotidiano de qualquer empresa e todos estão sempre atentos, para evitar qualquer escândalo relacionado ao assunto. Por isso, é muito comum que as empresas criem regras e códigos de conduta dos mais diversos, para garantir que todos ajam de acordo com as regras do negócio.

Compliance
Compliance

Qual o objetivo do compliance?

O compliance tem como objetivo não apenas definir as regras internas, mas é crucial também para a organização de processos e impacta até mesmo na cultura organizacional da empresa. Isso porque ele está diretamente relacionado ao código de conduta dos colaboradores e consequentemente, a cultura do negócio.

Além disso, o compliance é crucial para garantir que a empresa esteja em conformidade com as leis do estado e do país. Isso evita problemas fiscais, legais e financeiros das mais diversas proporções.

Ou seja, ele é crucial para garantir que a empresa atue de acordo com as leis. Para que os colaboradores atuem de acordo com as regras internas. E para garantir a lisura não só da marca, mas de todos relacionados diretamente a ela.

Para alcançar resultados é preciso atender a uma série de demandas, como, por exemplo:

  • Criar um código de conduta;
  • Comunicar a todos os envolvidos sobre o código;
  • Organizar inspeções internas;
  • Monitorar se o código está sendo cumprido.

Essas são algumas das etapas cruciais para alcançar bons resultados com o compliance. No entanto, é importante frisar que é preciso toda uma análise minuciosa de cada empresa, de cada departamento, para que o código estruturado seja realmente efetivo!

Conforme especialistas, o principal objetivo do compliance é reduzir ou minimizar os riscos empresariais. De modo a fazer com que uma marca siga operando sem qualquer impasse ao longo do seu caminho. Isto pode ser proporcionado em razão da não observância dos preceitos éticos, morais e legais com os quais ela dialoga e deve atenção.

Por que implantar compliance?


O compliance irá garantir não apenas a segurança da empresa, mas de todos que estão diretamente ou indiretamente ligados a ela. Além disso, o compliance facilita a prestação de contas a todos os interessados, sócios, doadores, investidores e até mesmo ao próprio estado.

Outro ponto que é um grande motivador para a implantação do compliance é o fato de ele ajudar a evitar fraudes. Com todas as regras e processos bem detalhados, os colaboradores conseguirão identificar com mais facilidade qualquer situação irregular e potencialmente fraudulenta. E isso é crucial para evitar perdas financeiras ou qualquer outro problema legal em que sua empresa pode ser envolvida.

Outra grande razão para que o compliance seja implantado está no fato de que toda a sociedade tem prezado por essa transparência e legalidade. Isso irá tornar sua empresa mais atrativa até mesmo para os futuros investidores que se sentirão mais seguros quanto as tratativas da sua empresa.

Ou seja, a empresa é impactada positivamente de várias formas com a implantação do compliance. Ela passa a ser vista com mais respeito e credibilidade por seus colaboradores, investidores e pela sociedade em geral. Além disso, evita perdas financeiras e problemas legais que além de causar prejuízo, teriam grande potencial de manchar o nome da empresa.

O compliance também afeta diretamente na motivação da equipe, o código de conduta, dá aos colaboradores mais segurança quanto ao seu local de trabalho. Eles não apenas seguem as regras, mas tem a tranquilidade de saber que são protegidos por ela.

Leia também: O que é BPMN?

Quais os custos para implantar compliance?

Qualquer empresa que deseja implantar o compliance precisa antes de tudo, procurar um profissional especialista no assunto. Nesse caso, é preciso buscar por um gerente de compliance que ganha em média R$10.619,20 de acordo com o site da Catho. No entanto, esse valor pode variar de acordo com o conhecimento e nível de especialidade do profissional.

Em empresas pequenas, apenas um gerente será suficiente para implantar o programa de compliance. No entanto, os empreendimentos de maior porte devem estar preparados para montar um time que consiga analisar e acompanhar as mais diversas áreas do negócio.

Para implantar o compliance também é possível contratar uma empresa de consultoria, o que é ideal para as empresas que não querem um profissional fixo. O valor cobrado, nesses casos, varia de acordo com o tamanho da empresa e com o serviço demandado. O montante cobrado corresponde a todo o trabalho que será prestado, por isso, é comum que seja um valor maior.

Empresas pequenas também podem contratar um profissional para realizar o serviço de consultoria, o que deve sair mais em conta, já que os profissionais dessa área cobram de acordo com hora trabalhada.

Como inserir esse conceito na cultura organizacional de sua empresa?

Como vimos, o compliance é um excelente aliado das organizações. Sendo, portanto, comum que os empresários queiram saber como aplicar esse conceito aos seus negócios. Conheça algumas dicas a seguir:

• Elabore um código de conduta. Com linguagem, clara, acessível e precisa. De maneira a orientar os funcionários de sua empresa em relação às decisões que precisam tomar no decorrer de suas atividades;

• Além disso estabeleça uma campanha de divulgação do código de conduta. De maneira a fazer com que ele alcance o público desejado e seja por ele absorvido;

• Da mesma forma, crie canais de comunicação que possam ser utilizados pelos funcionários. Para realizar denúncias ou qualquer reclamação que reporte a não observância do código de conduta por parte de outros colaboradores da empresa;

• Deixe claro para os colaboradores a importância de agir dentro dos parâmetros legais. Assim a empresa não será associada a práticas questionáveis e a sua imagem manchada perante a opinião pública e ao mercado;

• Depois disso crie um departamento de controle interno. Que averigue as ações, operações ou atividades dos gestores, de maneira a observar se eles estão agindo de acordo com o código de conduta.

Em outras palavras o compliance é um caminho que pode fazer com que a empresa não só minimize riscos, mas também é capaz de elevar positivamente a sua imagem perante o mercado.

Compliance
Compliance

Compliance Digital

Com o avanço da tecnologia, já é possível realizar o compliance de forma digital. A MIIDAS, por exemplo, possibilita que você realize rápidas análises de compliance de forma totalmente virtual.

O serviço oferecido é bem versátil e é possível buscar informações de empresas e terceiros ligados ao negócio, para garantir a segurança e agilidade no onboarding de novos clientes, parceiros e/ou colaboradores.

Além disso, o sistema realiza um monitoramento contínuo e alerta sobre qualquer atividade suspeita. Dessa forma é possível agir rápido e evitar que a situação se agrave. Caso surja qualquer suspeita, a ferramenta também disponibiliza o armazenamento de evidências, cruciais para a análise de cada caso.

A solução é tão versátil que é possível analisar grupos econômicos e mapear os riscos que eles podem oferecer ao seu negócio em dois âmbitos diferentes: compliance e financeiro. Outro ponto crucial para o compliance é a reputação da empresa, certo? E o pessoal da MIIDAS também pensou nisso, pois é possível realizar buscar online que irão identificar qualquer mídia negativa relacionada a sua empresa. Ou seja, também é possível realizar análises reputacionais de forma rápida e prática.

Um dos grandes pontos positivos do compliance digital é a facilidade e agilidade na análise de qualquer irregularidade.

Compliance Digital benefícios e vantagens

Como dissemos, a velocidade oferecida pelo compliance digital é um dos grandes pontos positivos desse tipo de serviço. Afinal, não é preciso esperar que um profissional analise área a área, processo por processo da sua empresa. Tudo é feito de forma digitalizada e rápida através da tecnologia.

Outro ponto que não podemos deixar de citar são os custos do digital, muito mais acessíveis do que os citados acima e com a mesma qualidade e efetividade. Por isso, se você busca a integridade do seu negócio e quer evitar custos altos, o compliance digital é uma ótima alternativa.

A solução também ajuda a garantir maior proteção da empresa no ambiente online e ajuda a evitar a ação de criminosos online.

Essa possibilidade de realizar investigações internas também é um fator positivo, uma vez que é preciso toda uma análise anterior para identificar qualquer irregularidade ou fraude.

A padronização de processos e estipulação de regras também impacta diretamente na produtividade dos colaboradores. Com os processos desenhados e regras definidas, o trabalho pode ser feito com mais qualidade e se torna também mais eficiente!

Com isso, vem também o sentimento de confiança, tanto internamente, quanto externamente. Isso quer dizer que os colaboradores se sentirão protegidos e amparados pela empresa. Isso vale para os investidores e sócios do negócio, que graças a transparência dos processos, terão a certeza da integridade do negócio.

Tudo isso, como já mencionamos, impacta na imagem e na reputação do negócio frente ao mercado. A empresa passa a ser vista com mais credibilidade, transparência e confiabilidade por todos. E isso traz inúmeros impactos positivos a empresa.

Por que o compliance é importante?

Além de garantir a integridade da empresa e a lisura de todos os processos relacionados a ela, o compliance é crucial para a governança do negócio como um todo. Ou seja, está diretamente ligado a transparência, equidade, responsabilidade corporativa e a correta prestação de contas da empresa. É correto afirmar que o compliance interfere diretamente no dia a dia da empresa e nas atividades cotidianas e é grande responsável pelo correto andamento de tudo.

Outro ponto que a torna de extrema importância é que se criou uma verdadeira cultura anticorrupção no Brasil e isso vale para todos os aspectos possíveis, até mesmo no mundo corporativo. Por isso, a sociedade de forma geral vê com bons olhos as empresas que aderem ao compliance e o leva a sério. E claro, isso ocorre também internamente na organização.

Os colaboradores se agradam da transparência implementada pelo compliance e isso impacta até mesmo no clima organizacional, pois eles se sentem por dentro de tudo. Não existe aquela sensação de que algo está ocorrendo por “debaixo dos panos” e consequentemente, não existe aquela tensão causada por situações desse tipo.

O compliance também ajuda no crescimento das empresas. Como? Se sua empresa está em busca de sócios, investidores e pessoas que apoiem seu negócio, será muito mais fácil conseguir isso se o seu negócio implementar uma política de compliance.

Isso porque o negócio passa mais transparência e isso traz segurança para os investidores. Ou seja, se você quer que sua empresa cresça cada vez mais, sem sombras de dúvida, vale a pena investir no compliance.

Quais os tipos de Compliance?

Sim, existem alguns tipos de compliance diferentes, cada um é voltado para um âmbito em específico. Como dissemos, existe um verdadeiro movimento anticorrupção e ele afeta a tudo e todos. Conheça melhor sobre cada tipo de compliance!

  • Compliance trabalhista: são as regras que garantem que a empresa está de acordo com as leis trabalhistas e tudo o que envolvem o mundo do trabalho. É preciso ter muita atenção a essa categoria, pois ela pode prejudicar de forma significativa a reputação da empresa.
  • Compliance empresarial: está relacionado as regras internas da empresa, ao código de conduta que deve ser seguido por todos os colaboradores.
  • Compliance tributário: é o que garante que a empresa está em dia com o pagamento de juros e tributos em todos os níveis (municipal, estadual e nacional).
  • Compliance fiscal: esse tipo de compliance também está relacionada a parte financeira, mas é voltada para processos internos como o monitoramento da folha de pagamentos, por exemplo.

Estes são apenas alguns dos vários tipos de compliance, cada um é voltado para manter a legalidade de uma área/questão em específico. Por isso, é importante contar com a ajuda de um profissional especializado para entender quais dessas fazem sentido para a sua empresa e quais não são necessárias.

Aqui na Miidas nós podemos te ajudar com todo o processo de Compliance. Quer implementar no seu negócio? Clique aqui e agende uma reunião gratuita para entendermos melhor sobre as necessidades da sua empresa.

| Autor |

Fale com um Consultor - Reunião Inicial Gratuita

Gostaria de aplicar estas e outras metodologias em seu negócio? Entre em contato conosco pelo botão abaixo. Através dele é possível agendar uma reunião de diagnóstico com nossos especialistas. Clicando nele você poderá selecionar “Consultoria Inicial Gratuita” e agendar uma data e um horário para falarmos.

* VIDEO CONFERÊNCIA GRATUITA COM UM CONSULTOR *

Consultorias e Serviços

Oferta

Programa de gerenciamento através da metodologia OKR voltado a pequenas e médias empresas que procuram implementar metas as suas equipes.…

R$1,150.00

Oferta

<span style="color: #808080;">Mapeamento de Processos é uma metodologia gráfica de representação dos processos de uma empresa. Assim como uma mapa…

R$1,150.00

Oferta

O plano de negócios é um documento que define como sua empresa funcionará, traçando os objetivos e quais passos devem…

R$2,000.00

Oferta

<span style="color: #808080;">O serviço de <strong>consultoria financeira online</strong> atende as necessidades financeiras da empresa. Através da organização e analise dos…

R$1,150.00

Oferta

Planeje sua estratégia entendendo as oportunidades, forças e fraquezas dos seus ambientes externo e interno. Trace metas de longo prazo…

R$1,150.00

Oferta

<span style="color: #808080;">Desenvolvemos o seu projeto de <strong>Identidade Visual</strong> completo incluindo os itens descritos abaixo:</span> <ul> <li><span style="color: #808080;">5 opções…

R$2,250.00