O que significa Ebitda: conheça suas vantagens e desvantagens

o-que-significa Ebitda- sigla

Diversos empreendedores desconhecem e até mesmo ignoram o que significa Ebitda – entretanto, para aplicá-lo corretamente e de forma mais eficiente, é fundamental compreender o seu significado. A análise de dados do seu negócio é imprescindível para verificar se todas as projeções foram alcançadas ou até mesmo para fazer um balanço dos meses ou anos anteriores.

Um dos indicadores existentes é o Ebitda, um conceito de margem importante para investidores de todos os níveis. Ele é um indicador financeiro simples e muito eficiente quando o assunto é aprimorar os resultados do seu empreendimento.

Para entender mais sobre essa metodologia, explicaremos sobre o que significa Ebitda, onde é aplicada na economia, suas vantagens e desvantagens e muito mais. Por isso, se você ficou interessado, continue aqui e acompanhe! Boa leitura. 

O que significa Ebitda?

Você sabe o que significa Ebitda? Ebitda é uma sigla para o inglês Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, que significa “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização” em português, também conhecido como Lajida. Trata-se de um indicador financeiro muito utilizado no momento de avaliar empresas de capital aberto listadas no mercado de valores.

Por meio dele é possível identificar o lucro de um negócio antes de serem descontados o que a companhia gastou em impostos ou juros e perdeu em depreciação e amortização.

Cabe destacar que apesar de ser um indicador importante, a margem Ebitda não é o único instrumento para avaliar e comparar as empresas e sua eficiência na bolsa de valores. É interessante também analisar outras informações como alavancagem, como a estratégia de Matriz BCG.

Afinal, onde o Ebitda é aplicado na economia?

Na prática, a margem Ebitda é usada para analisar melhor a eficiência das empresas e a competitividade com o mercado. Por exemplo, você pode medir o desempenho de um empreendimento endividado e compará-los a outros do mercado nacional e/ou internacional.

Por meio do Ebitda você vai conseguir analisar se essa empresa está sendo produtiva e eficiente, o que indica potencial para pagar as dívidas e se recuperar, gerando caixa no futuro.

Entenda a análise do Ebitda

Para calcular o Ebitda, é necessário descobrir o lucro operacional da sua empresa. É uma conta simples – basta subtrair as despesas da receita líquida da empresa, exceto depreciação e amortização.

Se o Ebitda aumenta, a empresa está conseguindo ser mais produtiva. Em contrapartida, se o indicador diminuir, pode existir algo de errado com os negócios. Contudo, ressaltamos que o Ebitda pode oferecer uma falsa impressão de que o empreendimento possui efetiva liquidez, o que pode não ser verdade.

Até mesmo empresas com bom capital produtivo, os dados relacionados às dívidas, a depreciação e a amortização, além das variáveis do mercado, podem influenciar sobre a liquidez. 

Aproveite e leia o nosso artigo sobre o Diagrama de Pareto

Conheça as vantagens do Ebitda

Como mencionado, o Ebitda é um indicador financeiro que apresenta alguns benefícios para os empreendimentos. Nós elencamos algumas das maiores vantagens que a margem Ebitda pode oferecer para sua empresa. 

Veja quais são elas agora mesmo:

Determina números relacionados a produtividade

O Ebitda não considera os efeitos das decisões contábeis e os financiamentos em seu cálculo. Portanto, essa margem torna-se uma régua muito interessante para analistas verificarem a produtividade e eficiência do empreendimento com maior precisão. 

É um indicador universal

Por ser um marcador universal, a margem Ebitda permite a comparação com companhias de fora do Brasil, por causa da sua facilidade de utilizar os dados. Uma vez que aspectos como a localização e tributação são ignorados, é mais fácil comparar o desempenho de empresas brasileiras e empresas argentinas, por exemplo.

Promove produtividade e eficiência

Quando é observado um aumento do Ebitda de uma empresa no decorrer dos anos, é possível verificar que a companhia possui capacidade de promover produtividade e eficiência. Esses números possibilitam uma comparação de duas ou mais empresas de diferentes países para analisar dados relacionados à produtividade e eficiência.

Conheça as desvantagens do Ebitda

Mas nem tudo são flores! Embora a margem Ebitda seja muito utilizada, esse indicador de desempenho sozinho não revela a visão geral das finanças de uma empresa e pode levar a muitos erros. Infelizmente, o Ebitda não é um indicador perfeito por si só.

Veja algumas desvantagens e limitações dessa ferramenta:

Não pode servir como único indicador

Embora seja um marcador muito importante, o Ebitda não deve servir como o único indicador para as companhias por não englobar uma possível alta alavancagem. Essa restrição compromete o caixa e, consequentemente, os resultados do empreendimento no futuro.

Pode esconder prejuízos da empresa

Outro ponto fraco do Ebitda é que ele não indica a liquidez de uma empresa e exclui aspectos específicos de sua análise. Prejuízos financeiros e outras informações negativas das empresas podem não ser verificados, o que prejudica a análise consistente da saúde de um empreendimento.

Não indica alguns aspectos importantes

Como já mencionado, o Ebitda positivo pode omitir alguns prejuízos financeiros da empresa. Fique atento! É altamente recomendável avaliar o Ebitda juntamente com outros indicadores antes de investir.

Qual a diferença entre Ebitda e Ebitda ajustado?

O Ebitda ajustado é considerado uma medida de desempenho que reflete o melhor cenário da empresa, nada mais do que um ajuste para as peculiaridades da empresa.

Dependendo do setor de atividade, a empresa pode ter cálculos específicos que divergem das demais companhias em geral. Nesse sentido, cada empresa pode seguir critérios próprios para chegar ao seu Ebitda ajustado.

Por fim, os especialistas recomendam fazer análises temporais da margem Ebitda. Para fazer isso, resgate o histórico do indicador dos últimos anos e observe se o Ebitda está aumentando ou diminuindo ao longo do tempo. Caso esteja aumentando, boa notícia! Porém, se o número está diminuindo, é necessário buscar entender as razões e cuidar da saúde da sua empresa. Se você curtiu o assunto e quer ler mais sobre estratégias empresariais, continue no blog da Miidas e conheça outras temáticas interessantes sobre este assunto!