Análise de risco: entenda como fazer e a importância [GUIA]

analise-de-risco

A análise de risco é uma estratégia que busca avaliar possíveis riscos para um negócio e quais seriam os impactos caso algum problema surgisse e não fosse completamente sanado. Ela é uma parte fundamental do processo de gerenciamento. Além de evitar falhas e gargalos. 

Para lidar com os diversos cenários empresariais, a análise de risco precisa fazer parte do planejamento estratégico de todas as organizações. Através desse estudo técnico, podemos identificar e analisar os riscos presentes no ambiente corporativo e evitar diversos tipos de problemas – desde acidentes até questões financeiras.

Quer entender como fazer essa avaliação na sua empresa? Continue a leitura e confira um guia que preparamos com apenas quatro etapas e a importância da análise de risco. Acompanhe!

O que é análise de risco?

analise de risco

A análise de risco é uma das etapas do processo de gerenciamento de riscos das empresas, capaz de identificar possíveis perigos no ambiente de trabalho. Basicamente, essa avaliação mostra a probabilidade de um acidente ocorrer e o cálculo sobre o possível impacto e prejuízo para a corporação.

No momento em que você se dedica ao processo de gerenciamento de riscos e planejamento, é possível evitar diversas dores de cabeças posteriores. Por isso, a avaliação de riscos é um dos componentes fundamentais para a gestão de saúde e segurança do trabalho. 

Uma vez que o perigo é reconhecido, você entenderá a probabilidade de ocorrência e impacto. Isso permite elaborar um plano de respostas e ações para solucionar, minimizar e até mesmo evitar os casos.

Cabe destacar que essa análise não é feita apenas para situações de acidentes de trabalho (aquela feita em segurança do trabalho). Também é possível também avaliar a probabilidade de um cliente que está solicitando um empréstimo não conseguir quitá-lo. Isso pode ser feito por meio de uma análise de risco financeiro.

Todos estamos sujeitos a situações que fogem do controle e podem afetar o resultado desejado em nossas empresas. Pense nos seguintes cenários: você troca o sistema informatizado da sua organização e perde dados importantes. Ou desenvolve um novo produto e não obtém boa recepção dos consumidores. 

Ambos são cenários possíveis, pois imprevistos acontecem e fazem parte de nossas vidas. Pensando nisso, é fundamental que você se planeje, para se manter prevenido com uma análise de risco.

Como se faz uma análise de risco?

analise de risco

Por meio das etapas descritas abaixo, é possível conhecer os possíveis riscos da sua organização e delinear estratégias da melhor forma.

Vale lembrar que alterações no ambiente de trabalho e na execução das atividades, deve ser realizada uma nova análise de risco. Afinal, esse é um processo que está sempre em atualização e estudo conforme o cenário da empresa.

Agora, vamos entender como fazer uma análise de risco

Analise o ambiente

Em primeiro lugar, é importante entender que a análise de risco funciona de maneira diferente para cada ambiente de trabalho, local e atividade. Portanto, é imprescindível que você reserve tempo para conhecer os processos realizados, o local e as pessoas envolvidas.

Além disso, é essencial que você conheça os funcionários e os procedimentos de cada setor para compreender os riscos. Afinal, os colaboradores enfrentam os riscos em sua rotina na empresa e são as melhores pessoas para indicar as atividades cotidianas.

Identifique os riscos e problemas

Após analisar o ambiente de trabalho, é necessário analisar os riscos que estão presentes no local. Considere, além dos risco, a probabilidade de incidência e histórico do risco.

Uma dica é fazer isso em conjunto com os colaboradores. Para isso, junto aos funcionários, anote todos os passos de cada atividade observada anteriormente na análise do ambiente. Você pode optar pelo bom e velho caderno de anotações, mas também é possível informatizar suas anotações e realizar uma análise de risco em pdf ou utilizar ferramentas próprias para gerenciamento de riscos.

Planeje e implemente as ações preventivas

A partir das anotações, onde você conseguiu identificar os riscos do negócio, você poderá fazer seu planejamento. Agora é mais fácil observar quais processos estão expostos a determinados riscos e propor ações preventivas e procedimentos de controles.

Durante essa etapa, aconselhamos que você defina os possíveis resultados positivos e negativos dos processos elencados. Depois, estipule o grau de cada risco, para otimizar o planejamento e encontrar a melhor estratégia para sua empresa.

Documente a análise de risco

Por fim, documente as informações e dados coletados. Ao construir a matriz de riscos, revise meticulosamente todos os passos e complemente. Há algumas situações que demandam adequações ou aprimoramentos, visto que os processos são dinâmicos.

Qual a importância da análise de risco?

A maior parte das organizações realiza a análise de risco não apenas porque existem legislações que recomendam a execução, mas especialmente porque é uma questão de garantir a segurança dos funcionários e proteger informações e ativos de maneira eficaz e eficiente.

Através da análise de risco, podemos identificar, classificar e comparar o impacto dos riscos em diversos aspectos, além de aprimorar os processos de tomada de decisão acerca da segurança da informação. Outro benefício é a implementação de controles de segurança para minimizar e evitar os possíveis riscos.

Além dos inúmeros benefícios para a empresa, vale ressaltar que uma vez que é realizada uma análise de risco pública, os colaboradores vão perceber o cuidado da empresa ao desenvolver ações para melhorar a qualidade do ambiente de trabalho.

Já no sentido de processos, a análise de risco é importante para identificar gargalos e evitar prejuízos, sejam de recursos, sejam financeiros. Assim, você consegue ter processos mais alinhados e acertados. 

Como uma consultoria pode ajudar na análise de risco?

Se você entende a importância de fazer uma análise de risco para a sua empresa, você deve contar com os serviços de consultoria. Afinal, o acompanhamento e suporte especializado fará toda diferença. A visão de um consultor é diferente de um gestor e dono do negócio. 

A análise de risco é um fator que determina o prejuízo ou lucro de uma organização, por isso a consultoria torna-se uma grande aliada para auxiliar na identificação dos riscos, planejamento, mapeamento e implementação de ações preventivas.

O propósito de um consultor é justamente ajudá-lo a analisar, entender e tratar os possíveis riscos, melhorando os processos da sua empresa. Ao lado de sua equipe, a consultoria poderá identificar diferentes cenários de riscos e propor barreiras de proteção.

A análise de risco é uma avaliação que funciona como os exames de check-up. São feitas análises do ambiente e dos processos. Assim, se identifica falhas, erros, gargalos e implementa as soluções. 

Agora que já sabe a importância da análise de risco, o que faz uma empresa de consultoria empresarial e as vantagens competitivas de ter esse suporte especializado.