PDCApp - Software de Gestão

Software baseado no ciclo PDCA que permite as organizações desenvolverem os seus mais variados temas com o apoio de uma metodologia reconhecida mundialmente.

Aumente a conectividade de seu time. Indicadores, qualidade, projetos de melhoria tudo na palma da sua mão. 

Com a nossa tecnologia de integração acesse em seu computador, tablet e smartphone. 

Conheça mais!!

Lean Manufacturing: o que é, como funciona e os seus 3 princípios

Lean Manufacturing

Os métodos de trabalho dentro das empresas buscam cada vez mais diminuir processos complexos e demorados e otimizar o desenvolvimento das atividades mais simples e rápidas. O Lean Manufacturing é um exemplo de estratégia que foca nesta nova modalidade ágil, que surgiu em meados dos anos de 1950 no Japão, e que aumenta a produtividade do empreendimento.

Mas, afinal, você conhece esse termo em inglês? Entenda neste artigo o que é Lean Manufacturing, além de como ele funciona dentro de uma empresa e quais são os seus 5 princípios para quem pensa em adotá-lo.

Para você que ficou interessado no assunto, continue aqui e acompanhe! Boa leitura.

Entenda o que é Lean Manufacturing

Na década de 1950, a empresa Toyota automobilística criou um sistema estratégico em que buscava reduzir os serviços complexos da empresa e torná-los em muito mais simples. A própria tradução do termo Lean Manufacturing já faz referência a isto, “manufatura enxuta”.

Mas, afinal, o que ela é realmente e o que desempenha dentro de um negócio? Basicamente, essa é uma metodologia que visa eliminar tarefas que não agregam valor para a empresa e reduzir o escopo de atividades desnecessárias da listagem e afazeres.

Com isso, uma indústria que gasta valores exorbitantes em suas contas pode ter uma redução eliminando serviços não importantes para a logística da empresa. Além dessa economia, existem muitos outros pontos benéficos de adotá-lo.

Como funciona o Lean Manufacturing

Como funciona o Lean Manufacturing?

O conceito de Lean Manufacturing é fácil de compreender, mas a sua aplicação é tão simples assim? Mesmo que seja rápido de se detectar o que é desnecessário dentro de uma empresa, eliminá-lo sem afetar algum processo logístico interno não é uma tarefa muito rápida.

Por isso, separamos aqui como funciona essa estratégia para que você entenda em quais pontos deve observar e apontar as possíveis mudanças. Veja:

Detectando os desperdícios

Em primeiro lugar, como já falamos anteriormente, o passo número um é de detectar quais são os desperdícios que acontecem dentro da empresa. É possível fazer isso por meio de uma auditoria ou até mesmo realizando o levantamento dos lucros obtidos por cada time do empreendimento.

Com isso é possível analisar o que não traz tantos benefícios, o que está simplesmente gastando o tempo do colaborador sem gerar o lucro esperado, além de muitos outros pontos. Por isso, sempre faça uma reunião e avalie estes requisitos.

Evitando excesso de produção

O excesso de produção também pode ser um problema que o Lean Manufacturing resolve. Mesmo que a sua empresa tenha muita demanda, é primordial fazer um levantamento sobre o que vai sair da empresa e o que é necessário para criar um estoque. Encher um armazém e simplesmente deixar mercadorias paradas não é um planejamento otimizado.

Portanto, junte-se ao time de logística e faça um cálculo sobre o que a empresa precisa produzir para vender e crie uma média de produtos que podem ficar guardados dentro do estoque para repor em qualquer situação problemática. Jamais produza mais do que é necessário.

Minimizando o retrabalho

Por último, o Lean Manufacturing reflete diretamente na necessidade de retrabalho. Infelizmente essa é uma realidade comum dentro das empresas, em que muitos colaboradores precisam novamente desenvolver uma tarefa e consequentemente atrasar outras para corrigir algum erro.

Se a produção for enxuta, certamente os erros são minimizados e o retrabalho diminui para as equipes. Quanto mais otimizado os procedimentos internos forem, sem a necessidade de serviços não importantes, menos trabalho redobrado os funcionários terão.

os 5 princípios do Lean Manufacturing

Conheça os 5 princípios do Lean Manufacturing

Para você, empresário, que realmente está a fim de colocar essa estratégia em prática, separamos aqui os 5 princípios dessa metodologia, que podem ajudá-lo a adotar o Lean Manufacturing da maneira correta e trazer inúmeras melhorias para a sua empresa.

Precisamos que você preste bastante atenção, pois estes são termos técnicos e que podem confundi-lo. Pegue uma caneta e um papel e aproveite para anotar todas essas informações!

Produção puxada

A produção puxada é a responsável pelo início de todos os processos. Por meio desse pontapé inicial é possível planejar quais serão as próximas movimentações dentro de uma empresa em relação a um serviço. Como ela descreve as suas necessidades, é possível já deixar registrado tudo que é preciso e reduzir serviços desnecessários que são incluídos depois.

Fluxo de valor

Já o fluxo de valor é a junção de todos os fluxos que acontecem dentro da empresa, como fluxo de produção ou fluxo de projeto, para que haja uma média de gasto dentro da empresa e entenda-se onde pode haver economia ou não. Podemos dizer, de certa maneira, que é o lugar em que se faz as maiores reduções.

Valor refletido

Este é um ponto bastante interessante. Por meio do valor refletido é possível estabelecer o preço para um produto, independente de sua construção ou matéria-prima, mas por meio do valor que o consumidor dá à mercadoria. Essa é uma construção social que o cliente tem sobre a empresa e sobre o que está sendo comercializado (e que pode se tornar enxuto).

Fluxo contínuo

Já o fluxo contínuo é um método do Lean Manufacturing que busca reduzir a fila de espera na produção de mercadorias para que não implique em outras etapas. Por meio da retirada de etapas desnecessárias ou tarefas não tão importantes, é possível até mesmo reduzir custos dentro da empresa.

Eficácia e perfeição

Por fim, a eficácia e perfeição é uma maneira de controlar as produções internas e otimizá-las para que as mercadorias sejam produzidas perfeitamente. Isso diminui as chances de retrabalho e gera principalmente uma economia para o bolso da empresa.

Conclusão

Por fim, entendemos juntos que o Lean Manufacturing, apesar de ter surgido há mais de 50 anos, ainda é uma estratégia bastante interessante para quem quer reaver os serviços realizados dentro de uma empresa e até mesmo reduzir os gastos. Para você que gostou do assunto e quer ler mais temáticas sobre estratégias empresariais, continue em nosso blog e veja mais!

| Autor |

Fale com um Consultor - Reunião Inicial Gratuita

Gostaria de aplicar estas e outras metodologias em seu negócio? Entre em contato conosco pelo botão abaixo. Através dele é possível agendar uma reunião de diagnóstico com nossos especialistas. Clicando nele você poderá selecionar “Consultoria Inicial Gratuita” e agendar uma data e um horário para falarmos.

* VIDEO CONFERÊNCIA GRATUITA COM UM CONSULTOR *

Consultorias e Serviços

Oferta

Programa de gerenciamento através da metodologia OKR voltado a pequenas e médias empresas que procuram implementar metas as suas equipes.…

R$1,150.00

Oferta

Mapeamento de Processos é uma metodologia gráfica de representação dos processos de uma empresa. Assim como uma mapa representa locais…

R$1,150.00

Oferta

O plano de negócios é um documento que define como sua empresa funcionará, traçando os objetivos e quais passos devem…

R$2,000.00

Oferta

O serviço de consultoria financeira online atende as necessidades financeiras da empresa. Através da organização e analise dos dados financeiros…

R$1,150.00

Oferta

Planeje sua estratégia entendendo as oportunidades, forças e fraquezas dos seus ambientes externo e interno. Trace metas de longo prazo…

R$1,150.00

Oferta

Desenvolvemos o seu projeto de Identidade Visual completo incluindo os itens descritos abaixo: 5 opções de logotipo ara que você…

R$2,250.00